terça-feira, 3 de julho de 2012

Sua dor

Quando você trancava
 a porta do seu quarto
talvez chorasse
suas dores de menina.
Eu sempre quisera
ter palavras que calassem
fundo em teu peito
e cicatrizassem teus amores frustrados.
Um abraço também valeria
mas em seu quarto trancada você vivia.
Sua dor a ninguém mais pertencia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário